BOI DE MORROS HOMENAGEOU FLÁVIO DINO, PRESIDENTE DA EMBRATUR.

PRESIDENTE DA EMBRATUR-FLÁVIO DINO

PRESIDENTE DA EMBRATUR-FLÁVIO DINO

 

 

O grupo de Boi de Morros homenageou o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, pelo incentivo à cultura maranhense. Em agosto deste ano, o grupo Boi de Morros foi destaque em evento promovido pela Embratur em Roma, Itália, que contou com a presença de jornalistas italianos e turistas de diversos países que acompanharam ao ar livre as apresentações do grupo.
A homenagem feita pelo Boi de Morros aconteceu na tarde do último sábado, na sede da Assembleia Legislativa. Integrantes do grupo agradeceram o empenho da Embratur na divulgação da cultura maranhense no exterior.
O presidente da Embratur recebeu das mãos dos integrantes do Boi de Morros artigos relacionados ao bumba-meu-boi maranhense. Flávio Dino conversou com eles sobre as estratégias do Instituto para diversificar os destinos turísticos para estrangeiros no país e as ações para fortalecer a imagem do Nordeste como destino cultural.
A reação dos turistas estrangeiros com a presença do grupo na praça Navonna, em Roma, foi de admiração com a exuberância da cultura maranhense, segundo o presidente do grupo Boi de Morros, Lobato.
“Encantamento de ambas as partes. Eles encantados com a cultura brasileira que ali não estava mais representada apenas pelo futebol, pelo carnaval ou pelo samba, mas por uma outra expressão cultural do Brasil. E nós também nos encantamos com a impressão que eles ficavam com uma coisa tão singela, tão simples, mas ao mesmo tempo tão diversa como é a cultura do Maranhão,” comentou Lobato.
As festas juninas são um grande fator de promoção do turismo no Nordeste. Como a Copa do Mundo de 2014 acontecerá em junho, a promoção das festas de São João no Nordeste estão sendo divulgadas nos países emissores de turistas para o Brasil.
Segundo Flávio Dino, a divulgação da diversidade cultural do Nordeste poderá fazer com que os turistas estrangeiros visitem outros destinos além das cidades-sede da Copa do Mundo durante o campeonato.
“Pesquisas evidenciam que, para o turista estrangeiro, a cultura do Brasil é um dos principais atrativos que temos. E, talvez somente como o Carnaval, as Festas Juninas são um fenômeno tão marcadamente brasileiro e, ao mesmo tempo, muito diverso de acordo com cada região, o que faz com que cada destino turístico tenha um atrativo especial para mostrar,” afirmou Flávio Dino.
“A feliz ideia do presidente da Embratur de, na divulgação da Copa do Mundo, fazer aflorar no mundo a beleza da diversidade cultural do Brasil e pudemos ver que há muito interesse dos turistas estrangeiros em conhecer nossa cultura” afirmou Lobato.
FONTE: SÃO SIMÃO NOTICIAS

Você pode gostar...