BOMBA: PREFEITO DE SANTA RITA MESMO COM LICENÇA DE SAÚDE PODE SER CASSADO.

PREFEITO TIM DE SANTA RITA.

PREFEITO TIM DE SANTA RITA.

SANTA RITA – A situação do prefeito de Santa Rita do estado no Maranhão não é nada boa, pois o mesmo vem com um grande desgaste administrativo e um caos total em sua gestão. Aliados comentam que o estado de saúde também não é nada favorável do seu dia a dia, e através de uma série de denúncias de corrupção em seu governo, o prefeito de Santa Rita, Antônio Cândido Santos Ribeiro, o Tim (PRB), resiste em atender as recomendações médicas para ficar longe da Prefeitura por pelo menos 60 dias.

No entanto, fontes do Palácio João Evangelista (sede da Prefeitura) já admitem que a saída temporária do chefe do executivo Santa-ritense é questão de tempo. Segundo informações de pessoas mais próximas comentam que o prefeito pode pedir a qualquer momento, sua licença do cargo alegando problemas de saúde.

O prefeito que já vinha sofrendo com problemas de depressão, teve seu quadro de saúde agravado, depois que a promotoria da comarca de Santa Rita instaurou inquérito para apurar varias irregularidades em sua gestão. Uma delas diz respeito à contratação de empresas fantasmas, que estariam funcionando em endereços onde, na verdade, existem imóveis residenciais. No documento, a promotora Karine Guará Brusaca Pereira, titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Rita, determinou a coleta de informações, depoimentos, certidões, perícias e demais diligências para apurar especificamente a prática de supostas irregularidades perpetradas quando da contratação das empresas fantasmas, conforme documento em anexo. Pressionado por denúncias de corrupção e, ao mesmo tempo, sofrendo com depressão, obesidade mórbida e, problemas cardíacos, o prefeito foi aconselhado por familiares e médicos, a se afastar do cargo.

Para fugir da crise e dos escândalos, Tim teria duas saídas: renunciar ou tirar uma licença médica de 60 dias até as coisas acalmarem. A Lei Orgânica do Município não prevê um período máximo de licença, mas o gestor pode estender esse tempo desde que reassuma o poder por ao menos um dia. A possível saída temporária do chefe do executivo Santa-ritense já vem sendo tema de longa discussão familiar e virou o principal assunto nos bastidores do poder da cidade. O secretário municipal de Saúde, Uthan Avelino de Jesus Carvalho, que estaria sendo o principal pivô da corrupção que envolve a administração municipal Santa-ritense, seria até o momento, o único da equipe de governo que estaria sendo contrário ao afastamento do prefeito do cargo. Mas tem um motivo: Uthan estaria com medo de perder o ‘super poder’ que recebeu para movimentar as contas públicas e a assinar documentos relacionados à movimentação bancaria.

 

 

FONTE: EMAILS E ALGUNS TRECHOS DO TEXTO DO SANTA RITA EM DEBATE

Você pode gostar...