BOMBEIROS DO MARANHÃO VÃO INTEGRAR FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA NAS OLIMPÍADAS 2016.

CORPO DE BOMBEIROS TREINANDO PARA FORÇA NACIONAL.

CORPO DE BOMBEIROS TREINANDO PARA FORÇA NACIONAL.

MARANHÃO – O Governo do Maranhão disponibiliza 38 bombeiros militares para compor novo contingente de um dos maiores planos de segurança já montados no país: o das Olimpíadas 2016, que serão realizadas em agosto no Rio de Janeiro. Eles farão parte dos 9.613 agentes da Força Nacional de Segurança Pública (FNS) que atuarão diretamente nas instalações, nos locais de eventos-teste, hospedagem, centro de mídia e arbitragem do evento mundial. As Olimpíadas 2016 vão receber 206 delegações, com mais de 10.500 atletas e profissionais do esporte. O grupo que participará do esquema de segurança no Rio de Janeiro recebe treinamento até o final desta semana em São Luís.

Os bombeiros selecionados e treinados para o trabalho irão compor a Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), programa de cooperação de segurança pública formado por bombeiros e policiais militares que se destacam em suas corporações. Para ingressar, é necessário que o militar faça um rigoroso teste de aptidão física (TAF), testes de manuseio com armas, além de se submeter a um curso com diversas instruções operacionais.
Para o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto Araújo, a escalação de bombeiros maranhenses comprova a qualidade do serviço prestado pela corporação no estado. “É uma honra contribuir com o envio de profissionais para um projeto nacional desse porte, ficamos imensamente felizes com o destaque de nossos profissionais que atuam na Força Nacional, isso nos faz ter a certeza de que estamos trilhando por um caminho certo”, comenta o comandante geral.

DESTAQUES NA FORÇA NACIONAL
Desde o ano passado, o Corpo de Bombeiros do Maranhão tem sido destaque através dos representantes na FNSP. Vários membros da Força Nacional – bombeiros que representam o Maranhão – receberam menções honrosas e elogios técnicos da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Resgates bem sucedidos, postura diferenciada e proatividade em buscar soluções ao exercer a profissão são características próprias dos habilitados na Força Nacional.
Além de já ter realizado 6 importantes resgates no mar em apenas um ano, o sargento Luís Sergio foi responsável por um resgate atípico: sozinho, retirou do mar três adolescentes que estavam se afogando em uma das praias de Natal (RN). Já o cabo Fredson, mesmo no dia de folga, resgatou um idoso argentino que se afogava além da zona de arrebentação, na praia de Pipa (RN).
Já o sargento J. Henrique, que também integra a FNSP, recebeu reconhecimento nacional pelo trabalho de sinalização das zonas de maior ocorrência de afogamento na praia de Areia Preta, na cidade de Natal (RN). A ação ajudou a diminuir o número de afogamentos naquela praia e rendeu uma menção elogiosa da Força Nacional documentada ao militar. Segundo ele, a medida representou uma nova ferramenta preventiva naquele local. “Quanto mais informação os banhistas tiverem, mais cautelosos eles serão ao entrar no mar”, comentou o militar.

Em Aracaju (SE), outro bombeiro maranhense teve atuação destacada e foi contemplado com reconhecimento nacional: o sargento Farias, especialista em Buscas e Resgates em Estruturas Colapsadas (BREC), contribuiu para o resgate de várias vítimas em um desabamento de prédio naquela cidade. A soldado Dinaléia, também maranhense, foi condecorada com a medalha Ordem do Mérito Batalhão Suez por participar na missão de pacificação de Santo Amaro, no Rio de Janeiro (RJ).

TODOS COM CERTIFICADOS.

TODOS COM CERTIFICADOS.

Você pode gostar...