Caravana Escola Digna mobiliza 400 pessoas do Munim e Lençóis Maranhenses

EDUCADORES DA REGIÃO DO MUNIM E LENÇÓIS.

MARANHÃO – Mais de 400 pessoas entre educadores, gestores municipais de educação, autoridades dos poderes executivo e legislativo, estudantes e trabalhadores de escolas participaram da Caravana Escola Digna 2.0, promovida pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), nesta terça-feira (20), no município de Rosário. A Unidade Regional de Educação (URE) de Rosário reúne 12 municípios da região do Munim e Lençóis Maranhenses.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, avaliou que a Caravana foi uma das mais produtivas entre as demais edições realizadas em outras regiões do estado. Camarão destacou a participação dos estudantes e de membros dos poderes executivo e legislativo nas discussões que objetivam pautar o futuro do Programa Escola Digna e a aplicação dos precatórios do FUNDEF (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério).

“Essa, sem dúvida, foi uma das mais produtivas, com o maior número de propostas e participação ativa dos estudantes, professores e autoridades do executivo e legislativo da região. Obrigado às doze cidades que compõem a regional de Rosário. Vamos avançar juntos para a continuidade do maior Programa Educacional da história do Maranhão e garantir a correta destinação dos precatórios do FUNDEF”, enfatizou o secretário.

Participaram da Caravana em Rosário, o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Chico Gonçalves; o presidente do Sinproesemma, Raimundo Oliveira; o subsecretário Danilo Moreira e a chefe da Assessoria Especial da Seduc, Rosyjane Pinto; o prefeito de Morros, Milton José Sousa Santos, popularmente conhecido como Paraíba; o professor Ednaldo, vice-prefeito de Morros; vereadores de municípios da região; o secretário de governo de Rosário, Preto da Carne; secretários municipais de Educação da região dos Lençóis Maranhenses e do Munim; equipes da URE de Rosário e da Seduc.

Chico Gonçalves reforçou a importância do Programa Escola Digna para o desenvolvimento do Maranhão. “Professores e professoras, estudantes do Maranhão hoje têm orgulho de fazer parte da escola pública do Estado do Maranhão. Testemunhei o nascimento do programa Escola Digna, que nasceu do esforço do governador Flávio Dino. Vocês e tantos outros transformaram o Escola Digna no maior programa de proteção de direitos humanos de crianças e adolescentes no Maranhão. As medidas do governo Flávio Dino mudam a cara da educação do Maranhão. O programa Escola Digna não é um sonho, é uma realidade no Estado do Maranhão. É a espinha dorsal deste governo. Nós não podemos mais admitir nenhum governo no Maranhão sem o selo da escola digna, ” destacou o secretário Chico Gonçalves.

“A Educação é a base de tudo. Muitos municípios estão com obras paradas do governo federal e quem perde são os alunos, e esses recursos serão importantes. Os professores do Estado sabem da importância do trabalho do programa Escola Digna”, sublinhou o prefeito de Morros, Paraíba, referindo-se à importância da aplicação correta dos precatórios do Fundef.

O professor Antônio José Ribeiro, secretário Adjunto de Educação de Primeira Cruz, de Primeira Cruz, ressaltou propostas para a destinação dos recursos dos precatórios. “Investir na formação continuada dos professores e no transporte escolar para garantir o deslocamento dos estudantes da rede pública, e fazer investimentos para a construção de mais Centros Educa Mais”, apontou.

A estudante do Iema de Axixá, Ingrid Raissa, participou da Caravana e sugeriu ações para compor a proposta do Projeto de Lei de aplicação dos precatórios do FUNDEF. “Nossa participação como estudantes é fundamental nesse momento tão importante para a Educação do nosso Estado. Reconhecemos as ações feitas por nós e vamos apontar mais ações para formação dos professores, investimentos em tecnologia, saúde sócio emocional dos estudantes”, concluiu.

Projeto de Lei

Assim como as demais edições da Caravana, em Rosário, o secretário Felipe Camarão e equipe discutiram ações para a destinação dos precatórios do FUNDEF, sendo 60% para o magistério e 40% em investimentos para o suporte à educação pública maranhense. A proposta da caravana é, a partir das discussões e proposições dos educadores, construir um Projeto de Lei que será apresentado, ainda este ano, à Assembleia Legislativa do Maranhão, com o plano de Aplicação desses recursos, tornando essa destinação obrigatória à próxima gestão estadual.

SECRETÁRIO FELIPE CAMARÃO.

Você pode gostar...