Cerca de 5 mil pessoas participam do Webinário de lançamento da Agenda 2021 do Projeto Aprender

Secretário Felipe Camarão ressaltou a importância da parceria entre os órgãos durante Webinário.

MARANHÃO = Com o intuito de apoiar as redes municipais maranhenses de Educação Infantil e minimizar os impactos causados pela crise sanitária, que interrompeu as aulas presenciais, a Secretária de Estado da Educação (Seduc) promoveu, nesta quarta-feira (31), o Webinário de lançamento da Agenda 2021 do Projeto Aprender. Cerca de 5 mil pessoas participaram ao vivo do evento e muitos elogiaram o encontro, como Nordson Belo e Vilma Santos. 

“Essas trocas de informações são valiosas para melhorar a qualidade de ensino dos nossos estudantes”, destacou Nordson. Vilma Santos ressaltou que os encontros são valiosos para o enriquecimento das atividades práticas do professor. “Esses encontros virtuais enriquecem nossa prática pedagógica, principalmente neste momento difícil que estamos vivendo”, expressou. 

A Seduc, em parceria com a ONG Laboratório de Educação e Eneva, dará continuidade às atividades do Projeto Aprender e aprofundará as ações formativas para ampliar o atendimento aos professores da Educação Infantil, inaugurando uma nova fase do Projeto, que vem sendo desenvolvido desde 2019. 

Entre as ações previstas no eixo de formação, estão reuniões periódicas de planejamento interno e acompanhamento do projeto; reuniões de articulação com equipes técnicas dos 5 municípios e APRs das 19 Unidades Regionais de Educação (UREs) do Estado; reuniões periódicas para discussão sobre o processo de escolha dos livros didáticos de Educação Infantil e apoio para análise das obras aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático 2022, entre outras.

Durante o encontro, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou a parceria firmada entre as instituições para fortalecer as ações de enfrentamento da crise sanitária e ressaltou que a política de Governo do Estado é pautada na união por uma educação pública maranhense de qualidade.

“Nós estamos trabalhando em muita sintonia neste enfrentamento da pandemia e por isso nós utilizamos parcerias, para que possamos enfrentar este momento de crise. Nessa fase do Pacto Estadual pela Aprendizagem, o Projeto Aprender é uma dessas ações que estamos fazendo em conjunto com o Labedu, a UNDIME do Maranhão e Secretaria de Estado da Educação. Governo do Estado unido com as prefeituras, independentemente de coloração político-partidária. O nosso partido aqui, a nossa política, é a educação pública maranhense, que deve ter responsabilidade e qualidade social”, disse. 

A diretora executiva do Laboratório de Educação, Beatriz Cardoso, explicou que algumas ações do projeto tiveram que ser adaptadas para serem executadas, por conta do cenário de pandemia do novo coronavírus. O diálogo entre as instituições em busca de alternativas para dar continuidade ao projeto foi fundamental, segundo a diretora.  

“Estabelecemos uma série de conversas, tanto com as secretarias municipais quanto com o Governo do Estado, para pensarmos soluções de como transpor o projeto que estava pensado para ser presencial, um projeto com processo formativo de longa duração e que agora precisaria de uma nova estratégia para ser aplicado. Fazer essa virada e criar alternativas diante do cenário tão desconhecido foi possível porque o laboratório de educação é uma instituição que tem um lastro em pesquisa e possui todo um trabalho de sistematização de produção de conteúdo. Isso nos permitiu dar essa volta e transpor o nosso conteúdo para a comunicação online”, afirmou.

O presidente da UNDIME-MA, Marcony Pinheiro, elogiou as ações estratégicas do Governo do Estado para enfrentamento da crise sanitária causada pela pandemia, que afetou significativamente a educação brasileira. “Nós temos que pensar em algo novo, porque a educação não pode parar. Eu quero parabenizar o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação, pela preocupação com as redes municipais e por ter procurado manter o funcionamento da Educação no Maranhão”, ressaltou.

O Webinário contou também com a participação do superintendente de Planejamento da Rede e Regime de Colaboração, João Paulo Mendes de Lima; a supervisora da Seduc, Fernanda Ferraz, além dos intérpretes de LIBRAS, Luinaldo Soares e Silvia Maria Rodrigues.

 

Você pode gostar...