Criminosos atacam garagem de prefeitura e queimam três caminhões, patrol, ônibus e caçamba no interior do Maranhão

CARROS QUEIMADOS.

MARANHÃO = Mais uma ação criminosa a órgãos públicos foi registrada em  Imperatriz, por volta de 2 horas da madrugada de quinta-feira (23). O alvo foi a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (SIFRA). Uma patrol, três caminhões caçamba e um ônibus que estavam no pátio da Sinfra foram incendiados, com os criminosos usando coquetel molotov. A patrol, um dos caminhões e o ônibus foram destruídos totalmente.

As outras duas caçambas ficaram chamuscadas, vidros quebrados, mas escaparam da perda total. O prejuízo pode chegar a R$ 1 milhão, segundo levantamentos iniciais. O prefeito Assis Ramos e o titular da Sinfra, Zigomar Filho, registraram boletim de ocorrência e acionaram a perícia.

As primeiras investigações apontam que esse caso e os que ocorreram na noite de quarta-feira, são correlatos. Os ataques são em represália às mudanças que foram feitas no presídio de Davinópolis, com a retirada de 14 celulares, proibição de visitas, entre outras.

Três homens foram presos e estão sendo investigados, suspeitos de envolvimento nas ações criminosas de quarta-feira e em uma tentativa de incendiar um outro coletivo da Ratrans, na linha Centro/Davinópolis. A tarde, dois menores foram conduzidos suspeitos do caso ocorrido na Sinfra. As investigações estão apenas no começo e pouca coisa a polícia pode informar.

Delegado Geral da Polícia Civil, Leonardo Diniz e o Coronel Pedro Ribeiro, comandante Geral da Polícia Militar.

Caça aos criminosos

O Coronel Pedro Ribeiro, comandante Geral da Polícia Militar, disse que as forças de segurança estão baseadas em Imperatriz para trabalhar para elucidar e prender os responsáveis por esses acontecimentos na cidade. “O Governador do estado determinou a apuração imediata e combate a essas facções criminosas. As forças policiais estão nas ruas e estão chegando dez guarnições do grupo especializado como reforço”, destacou Pedro Ribeiro.

O Delegado Geral da Polícia Civil, Leonardo Diniz, disse que veio para junto com os demais policiais, no sentido de aprimorar e acelerar as investigações. “Trouxemos reforço para a Polícia Judiciária, para trabalhar nesses casos e levar à sociedade de Imperatriz resposta positiva a esses ataques”, enfatizou Leonardo Diniz. Veículos e máquina incendiados no pátio da Sinfra .

Você pode gostar...