DEPUTADO DENUNCIA ATO DE VIOLÊNCIA CONTRA PROFESSORES DE PRESIDENTE SARNEY.

OTHELINO NETO

OTHELINO NETO.

MARANHÃO – O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) lamentou e registrou, na sessão desta segunda-feira (29), que o Sindicato dos Professores de Presidente Sarney teve sua porta arrombada, neste último final de semana. Homens reviraram os armários, jogaram documentos fora e deixaram uma mensagem escrita no chão, dizendo que se os professores do Município, que estão parados há mais de um mês, não encerrassem logo a greve estariam sujeitos a serem assassinados.

Após a ação violenta, os professores do Município fizeram um boletim de ocorrência, tiraram várias fotos para denunciar ao Maranhão o que aconteceu em Presidente Sarney, simplesmente porque estão reivindicando os seus direitos e exigindo do Poder Executivo local que tome as providências e cumpra a lei que lhes garante os direitos de reposição salarial por meio do Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Othelino voltou a criticar, na tribuna, o prefeito de Presidente Sarney, Edson Chagas, que tem ameaçado, ultimamente, demitir os professores que não voltarem imediatamente às aulas. Segundo o deputado, ele usa a tática antiga do bom e velho coronel: “eu posso, eu mando, eu faço, eu arrebento e quem não me seguir, eu vou passar por cima”.

O deputado lembrou que o prefeito é arrogante e não é dado ao diálogo, por isso acha que por ser o chefe do Executivo pode tudo, além de não ter aprendido a conviver no regime democrático, apesar de ser formado em Direito, de ser advogado militante. O parlamentar disse que Edson Chagas parece que não aprendeu que, no Estado de Direito, precisa ser respeitado o contraditório, o direito de greve e, principalmente, os direitos das categorias e dos servidores públicos municipais.

Ato de violência

“É assim que se comporta o prefeito do município de Presidente Sarney, mas, apesar de tudo isso, o mais sério ocorreu no fim de semana. Não estou dizendo que isto tenha sido a mando do prefeito ou de algum aliado dele, mas é algo muito estranho que, justamente, no momento em que os professores estão em greve, em um clima de tensão com a administração municipal aconteça isso no Sindicato dos Professores”, disse Othelino Neto.

O deputado do PCdoB repudiou o ato violento contra o Sindicato dos Professores, que aconteceu durante a madrugada. Segundo o parlamentar, os professores, que estão ao mesmo tempo indignados, ficaram assustados com o episódio.

Othelino disse que vai apurar melhor essa história e pedir mais informações para responsabilizar aqueles que arrombaram o sindicato e ameaçaram os professores. “Espero que não tenha a participação do chefe do Executivo Municipal e de ninguém da administração porque, se tiver, a situação é ainda mais grave do que se pensa”, finalizou.

FONTE: SILVIA TEREZA

Você pode gostar...