Felipe Camarão explica como será o retorno das aulas na rede estadual

Secretário de Estado de Educação do Maranhão, Felipe Camarão.

MARANHÃO – O secretário de Estado de Educação do Maranhão, Felipe Camarão, utilizou as redes sociais nas últimas horas para esclarecer alguns pontos sobre o retorno das aulas na rede pública estadual previsto para o início do próximo mês.

Confira a seguir o que explica o gestor.

“A equipe da Seduc-MA segue empenhada, tudo da melhor forma para o retorno. Destaco, por exemplo, um documento elaborado com as diretrizes pedagógicas para o retorno híbrido, para auxiliar as comunidades escolares quanto às medidas a serem adotadas em cada escola.

Como se dará o retorno às aulas?

De forma gradual e híbrida, iniciando pelas escolas com condições de adoção dos protocolos de biossegurança. As turmas deverão ser organizadas por grupos de estudantes que alternarão em momentos presenciais e não presenciais.

E como será esse ensino híbrido?

Nossa orientação é para que seja desenvolvido de forma assíncrona, contudo a escola que tiver condições poderá desenvolvê-lo de forma síncrona. Os momentos presenciais e não presenciais devem ocorrer de acordo com os hrrs organizados pela escola.

E como os estudantes deverão ser divididos?

Em grupos, de modo a garantir o distanciamento social e o rodízio entre as atividades presenciais e não presenciais. O rodízio poderá ser diário ou semanal, ficando a critério da escolha feita pela gestão escolar.

O que é o Plano de Retorno Escolar?

Conhecemos a multiplicidade de realidades em nossa rede, portanto cada unidade escolar deverá elaborar o seu Plano de Retorno, com base nas diretrizes centrais, mas considerando sua realidade.

Neste plano, a equipe gestora e docente organizará o calendário de atividades presenciais em rodízio; hrr das aulas com duração de 45 minutos p/ cada aula e organização do mapa cm hrrs iguais para o ensino presencial e não presencial, para estimular a rotina de estudo;

As escolas tb devem orientar as famílias, sobre os dias e horários das aulas, os espaços e metodologia a ser utilizada, de forma possam participar ativamente e contribuir com o desenvolvimento da rotina escolar. A família é fundamental para o sucesso dessa nova realidade!

A expectativa p/ o retorno é grande. Precisamos tornar esse momento acolhedor e aconchegante p/ nossa comunidade escolar. Atividades + leves e descontraídas, destacando as novas formas de convívio e interação social, são essenciais. O sucesso dessa volta depende de cada um!

Por fim e não menos importante, destaco que esse retorno trará uma outra novidade: iniciaremos a distribuição de absorventes em nossas escolas, como forma de combater a pobreza menstrual e propiciar melhores condições de higiene e saúde em nossas escolas.”

Você pode gostar...