Flávio Dino recebe representantes do Consulado dos EUA no Brasil

Flávio Dino e representantes do Consulado Geral dos EUA no Recife.

MARANHÃO – No início da noite desta quarta-feira (6), o governador Flávio Dino recebeu, no Palácio dos Leões, em São Luís, a visita institucional de representantes do Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife, liderados pela cônsul-geral, Jessica Simon. 

Durante o encontro, a representante do país norte-americano para a região Nordeste do Brasil conversou com governador sobre vários assuntos que envolvem a relação diplomática entre os Estados Unidos e o Maranhão. 

“É um grande prazer estar aqui em São Luís do Maranhão. Minha primeira visita. Tivemos uma agenda muito cheia. Tivemos uma conversa muito rica, muitos assuntos de interesse comum”, disse a cônsul Jessica Simon.

COP26

Mas o tema em destaque foi a questão ambiental. Os impactos da mudança climática acenderam o alerta global sobre os perigos da degradação ambiental para populações de todo o mundo.

“Muito importante a presença dessa delegação diplomática no nosso estado, com representantes do Consulado Geral para o Nordeste, a senhora cônsul é designada para essa tarefa, assim como também integrantes da embaixada. A pauta principal girou a cerca da temática ambiental, uma vez que temos um grande desafio concernente à manutenção e reforço do papel da Amazônia como provedora de serviços ambientais e ecossistêmicos, visando à segurança climática do mundo”, frisou o governador.  

Exemplo da urgência do assunto é a realização da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática de 2021, também conhecida como COP26. Entre os dias 1º e 12 de novembro de 2021, representantes de 196 países se reunião em Glasgow, na Escócia, para tentar alinhar ações conjuntas para frear as mudanças climáticas e seus efeitos. 

Tanto a cônsul estadunidense, quanto o governador Flávio Dino destacaram a importância da COP26 para países e territórios de todo o mundo. 

“Conversamos sobre o meio ambiente, sobre a reunião internacional da COP-26. O tema do meio ambiente é de muita importância tanto para os Estados Unidos como para o Brasil”, destacou Jessica Simon. 

Amazônia na COP26

Flávio Dino é ao atual presidente Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, ou simplesmente Consórcio Amazônia Legal, bloco de cooperação formado pelos estados nove estados amazônicos: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. 

O governador maranhense defende a cooperação internacional para enfrentar o problema, que tem como um das características, a desequilibrada exploração do do bioma amazônico. 

“Há evidentemente um grande interesse internacional quanto a isso. Temos agora a COP-26, a conferência das partes que integram a convenção, o quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climáticas, o Brasil integrará, a Amazônia brasileira estará presente em evento internacional”, reforçou Dino.  

Meio Ambiente para as atuais e futuras gerações

Dino, entretanto, sublinhou que, para além da diplomacia entre os países, é necessário que haja “esforço sincero e real, de todas as nações do mundo”. O governador também ressaltou a urgência de ações internacionais efetivas, em prol o equilíbrio da vida na Terra para as “atuais e futuras gerações”. 

“Para além dos acordos diplomáticos, deve haver esforço sincero, real, de todas as nações do mundo, claro que envolvendo o Brasil. Mas para que haja resultados visando a melhoria social, investimentos em economia verde, no mundo inteiro. Destacando sobretudo a Amazônia e o nosso país. Sabemos da imprescindibilidade desses esforços de transição para a economia verde, de contenção do desmatamento ilegal, para que nós tenhamos um meio ambiente amigável, nas atuais e futuras gerações”, concluiu Dino.

A cônsul estadunidense Jessica Simon e o governador Flávio Dino.

Você pode gostar...