“Fluxo normal em uma mudança de gestão”, explica Eduardo Nicolau sobre nova composição do Gaeco

Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, Procurador-geral de Justiça.

MARANHÃO – O comandante do Ministério Público no Maranhão, Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, Procurador-geral de Justiça, emitiu ma nota nesta quinta-feira (25) na qual explica as mudanças que ocorreram no Gaeco – Coordenação do Grupo de Combate às Organizações Criminosas.

O departamento subordinado ao comando do MP-MA ganhou destaque nos últimos anos na imprensa maranhense e até nacional, por liderar junto com a Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Secor) diversas operações que resultaram na prisão de inúmeros prefeitos, outros políticos, e também, empresários envolvidos em desvio de recursos públicos em diversos municípios.

– ABAIXO A ÍNTEGRA DA NOTA DE NICOLAU:

A Procuradoria Geral de Justiça vem a público se manifestar sobre divulgação equivocada em determinado veículo noticioso sobre mudanças ocorridas na administração do Ministério Público do Maranhão, no que concerne principalmente a Coordenação do Grupo de Combate às Organizações Criminosas (GAECO).

Diferente do que foi veiculado, o novo coordenador do GAECO é o promotor Luiz Muniz Rocha Filho, que, por designação do procurador-geral de justiça, Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, também assumiu a Coordenadoria de Assuntos Estratégicos e Inteligência do Ministério Público do Estado do Maranhão (CAEI).

Integram ainda o GAECO os promotores de justiça Albert Lages Mendes, Ana Carolina Cordeiro de Mendonça Leite e Fernando Antônio Berniz Aragão, em São Luís; Glauce Mara Lima Malheiros e Raquel Chaves Duarte Sales, em Imperatriz; Francisco Fernando de Morais Meneses Filho e Nelson Nedes Ribeiro Guimarães, em Timon.

A Procuradoria Geral de Justiça ressalta ainda o valoroso serviço prestado pelos promotores de justiça que atuaram, até então, no GAECO e demais estruturas da administração do MPMA, e reitera que as trocas seguem o fluxo normal em uma mudança de gestão.

Atenciosamente,
Eduardo Jorge Hiluy Nicolau
Procurador-geral de Justiça

Você pode gostar...