Homem que matou ex-namorada em Trizidela do Vale é condenado a mais de 19 anos de prisão

Réu Ivan da Silva Sousa, vulgo “Mossoró”.

TRIZIDELA DO VALE/MA – O júri popular realiza na quinta-feira (26), no Fórum da Comarca de Pedreiras, condenou o réu Ivan da Silva Sousa, vulgo “Mossoró”, a 19 anos e 6 meses de reclusão com regime inicialmente fechado.

“Mossoró” assassinou a jovem Jaqueline Rodrigues da Silva, morta a focadas na madrugada de 16 de julho de 2019 em Trizidela do Vale. O criminoso matou a ex-namorada por não concordar com o fim do relacionamento, Ivan da Silva desferiu uma facada na região das costas de Jaqueline. O golpe atingiu o baço da vítima. A mulher ainda foi socorrida e levada para o hospital de Trizidela do Vale. Em seguida ela foi encaminhada de ambulância para o hospital de Peritoró.

Ao passar por procedimento cirúrgico, Jaqueline não resistiu ao ferimento e morreu. “Mossoró”, retornou para a Penitenciária de Pedreiras para o cumprimento da pena. O júri popular foi presidido pela juíza da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, Drª. Claudilene Morais de Oliveira, o promotor do caso é o Dr. Lindenberg Vieira, o advogado de defesa é o defensor público Dr. Fabrício Mendonça. 

“Mossoró” assassinou a jovem Jaqueline Rodrigues da Silva, morta a focadas na madrugada de 16 de julho de 2019 em Trizidela do Vale. O criminoso matou a ex-namorada por não concordar com o fim do relacionamento, Ivan da Silva desferiu uma facada na região das costas de Jaqueline.

Ao passar por procedimento cirúrgico, Jaqueline não resistiu ao ferimento e morreu. “Mossoró”, retornou para a Penitenciária de Pedreiras para o cumprimento da pena.O júri popular foi presidido pela juíza da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, Drª. Claudilene Morais de Oliveira, o promotor do caso é o Dr. Lindenberg Vieira, o advogado de defesa é o defensor público Dr. Fabrício Mendonça.

Você pode gostar...