Maranhão Profissionalizado oportuniza formação para milhares de jovens e adultos

Aula do curso de tortas, da plataforma Maranhão Profissionalizado.

MARANHÃO = Mais de 28 mil inscrições já recebidas na plataforma Maranhão Profissionalizado, iniciativa do Governo do Estado que oportuniza capacitação a jovens e adultos. Com a pandemia da Covid-19, a procura pelas oportunidades da plataforma cresceram. Mais de 24 mil pessoas concluíram as formações e foram certificadas. Cursos na área de alimento e educação online estão na lista dos mais procurados.

Além de educar e formar pessoas, o programa gera expectativa de renda e de mais chances a quem participa. São ofertadas mais de 30 mil vagas de qualificação profissional, em cursos e oficinas para pessoas acima de 15 anos, nas diferentes regiões do estado. “O programa se constitui como porta à geração de renda e de oportunidades a jovens e adultos no mercado de trabalho, algo muito importante neste momento de pandemia”, diz o titular da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão. 

Este mês, três editais do programa foram lançados, somando 5.490 vagas. São cursos para Formação Inicial e Continuada (FICs) e oficinas, a serem realizadas nas Unidades Vocacionais do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), instituições, associações, sindicatos e municípios parceiros. Interessados podem conferir os editais, com a lista de cursos ofertados por município e demais informações no portal da Seduc: www.educacao.ma.gov.br. 

São oferecidas capacitações nas áreas de Ambiente e Saúde, Produção Industrial, Informação e Comunicação, Controle e Processos Industriais, Recursos Naturais, Controle e Processos Industriais, Produção Cultural e Design, Gestão e Negócio, Agricultura Orgânica, entre outras. 

Formação em inglês

Integrando as oportunidades do programa Maranhão Profissionalizado, estão abertas três mil vagas para o curso de Inglês EAD, que serão ofertados na unidade IEMA Idiomas. As inscrições são online, pelo link no site do IEMA. O candidato deve efetuar cadastro no sistema informando CPF, e-mail e criar senha de acesso. Após, deve preencher formulário disponibilizado no sistema e enviar com as cópias da Carteira de Identidade e do CPF. 

As inscrições vão até 28 de março. A matrícula é efetivada exclusivamente online, do dia 31 de março até 4 de abril, também por meio do sistema disponível no site do IEMA. Os estudantes que, no ato da inscrição, não optarem por vagas no Módulo Básico I, deverão responder a um teste de nivelamento em inglês para definição do Módulo/Nível a serem inscritos (Básico II, III, ou IV).

Você pode gostar...