MINISTÉRIO PÚBLICO DISCUTE COM INSTITUIÇÕES SEGURANÇA NAS RODOVIAS.

MINISTÉRIO PÚBLICO

MINISTÉRIO PÚBLICO

 
O grande número de assaltos nas rodovias do Estado motivou uma reunião, realizada na manhã de ontem, na Procuradoria Geral de Justiça. Idealizado pelo Ministério Público do Maranhão, o encontro também contou com a participação de representantes da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Secretaria de Estado de Segurança Pública e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Foi discutida a retirada gradual das lombadas irregulares existentes nas rodovias, que facilitam a ação dos bandidos, e a substituição por barreiras eletrônicas. Igualmente foi ressaltada a necessidade de aumento de fiscalização policial nas áreas onde há maior incidência de assaltos. O número insuficiente de agentes de polícia foi outro problema apontado.

Um documento elaborado pelas instituições presentes à reunião será enviado ao DNIT solicitando a substituição das lombadas. A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar deverão aumentar o patrulhamento das rodovias.

Segundo o assessor da superintendência do DNIT, José Orlando Sá de Araújo, a maioria dos quebra-molas é colocada de maneira clandestina pela população dos povoados localizados na margem das estradas e não obedecem às normas de padronização.

Os promotores de Justiça Luís Eduardo Sousa e Silva, da Comarca de Dom Pedro (a 256 km de São Luís), e Júlio Aderson Magalhães Segundo, da Comarca de Santo Antônio dos Lopes (a 297 km da capital), relataram a ocorrência frequente de assaltos na região da BR-135, que passa pelos referidos municípios, e a existência de muitas lombadas irregulares em alguns trechos.

Muitos mandados de prisão foram expedidos, mas, por falta de contingente policial, nem todos foram cumpridos e alguns criminosos permanecem soltos, continuando a praticar assaltos. O secretário adjunto de Segurança Pública, Laércio Gomes Costa, assumiu o compromisso de buscar a solução para este problema.

Você pode gostar...