POLÍCIA PRENDE COMERCIANTES QUE PRATICAVAM CRIMES DE AGIOTAGEM, CONTRABANDO E ESTELIONATO EM BARRA DO CORDA.

Silvério Ribeiro Leal, 62 anos, Rômulo Barros de Siqueira, 37 anos, Juçara Fonseca Figueiredo, 27 anos, e Maria Leomar Pereira Silva, 40 anos.

Silvério Ribeiro Leal, 62 anos, Rômulo Barros de Siqueira, 37 anos, Juçara Maria Leomar Pereira Silva, 40 anos. e Fonseca Figueiredo, 27 anos,

BARRADO CORDA – Policiais lotados na 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, coordenados pelo delegado Renilto Ferreira, desbarataram, nesta quarta-feira (24), uma quadrilha que vinha praticando diversos crimes na cidade, como agiotagem, estelionato e contrabando.

Foram presos e autuados em flagrante os empresários/comerciantes Silvério Ribeiro Leal, 62 anos, Rômulo Barros de Siqueira, 37 anos, Juçara Fonseca Figueiredo, 27 anos, e Maria Leomar Pereira Silva, 40 anos.

Os presos responderão por pelos delitos de retenção de documentos de idosos, posse ilegal de arma de fogo e munições, agiotagem, apropriação indébita, estelionato e contrabando.

Mais dois empresários da cidade estão sendo procurados pela Polícia Civil para prestarem esclarecimentos sobre objetos ilícito apreendidos em seus comércios e residências.

Levantamento parcial da operação mostra que foram apreendidos mais de 70 mil reais em espécie e cheques, mais de 600 cartões de benefícios sociais previdência e bolsa família, um rifle, várias munições para armas calibres 380, .22 e .12, mais de 100 maços de 20 carteiras de cigarros contrabandeados. 

Além disso, foram apreendidos também 147 documentos pessoais de indígenas e aposentados que contraiam dívidas com esses comerciantes.

Pelas informações passadas ao blog, essa prática é utilizada por comerciantes em vários municípios do Maranhão. Muitos só vendem fiado ou emprestam dinheiro se o cliente deixar os cartões de benefícios com as senhas. De posse de denúncias dessa prática, a Polícia Civil tem intensificado as ações para prender comerciantes que se utilizam dessa prática.

MATERIAL PRESO.

MATERIAL PRESO.

Você pode gostar...