Prefeita de Axixá, Sonia Campos cumpre agenda em Brasília.

PREFEITA SÔNIA CAMPOS EM BRASÍLIA.

AXIXÁ/MA – A prefeita Sonia Campos (PDT) do município de Axixá, na região do munim, cumpre agenda durante a semana em Brasilia, de compromisso em vários ministérios. A prefeita Sonia Campos segue incansável em busca de melhorias com senadores e deputados, para viabilizar emendas para o município. Em uma das agendas a prefeita Sonia Campos esteve prestigiando a Sessão Solene de abertura do Outubro Rosa, que foi realizado pela câmara federal.

Programação

Na terça-feira (3), uma solenidade de abertura da programação especial contou com a apresentação da Escola de Balé Etude Seasons no Salão Negro. A adaptação do terceiro ato do balé “A Bela Adormecida”, de Tchaikovsky foi dirigida por Maria Poggi, mentora da Royal Academy of Dance.

Prefeita Sonia Campos (PDT) do município de Axixá.

Nesta quarta-feira (4), um seminário debaterá a implementação da Lei 12.732/2012 – conhecida como “Lei dos 60 Dias” –, que determina um prazo de até 60 dias a partir do diagnóstico para que pacientes com câncer iniciem o tratamento. A Frente Parlamentar de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer e a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara organizam o evento, que acontecerá às 14 horas, no plenário 3.

Na quinta-feira (5), será realizada às 10 horas, no Plenário Ulysses Guimarães, sessão solene pelo Outubro Rosa, proposta pelas deputadas Rosangela Gomes (PRB-RJ) e Raquel Muniz (PSD-MG). No mesmo dia, um “talk show” do Instituto Oncovida discorrerá sobre a prevenção do câncer de mama, às 15h, no auditório do Interlegis.

Saúde Educação

Dois senadores garantiram apoiar aos pleitos nas áreas da saúde e educação apresentados pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) nesta quarta-feira (04), em Brasília.

A caravana municipalista coordenada pelo presidente da entidade que reuniu-se os senadores no período da manhã, no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal. Ambos mostraram-se favoráveis à destinação aos municípios de novos recursos – da ordem de R$ 300 milhões – oriundos de emenda de Bancada para serem investidos pelas prefeituras em ações de saúde.

Edison Lobão e Roberto Rocha também se comprometeram em atuar politicamente no sentido de e fazer com que o governo federal cumpra decisão do juiz José Carlos do Vale Madeira, da 5ª Vara Federal Cível, que determinou a implantação do Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi), dispositivo criado pelo Plano Nacional de Educação, como base de cálculo para repasse de recursos do Fundeb para as prefeituras maranhenses.

A efetivação do CAQi, em substituição ao Valor Mínimo Anual por Aluno, é fruto de uma ação judicial movida pela FAMEM e representará um incremento de recursos no setor da educação dos municípios estimado em cerca de R$ 6 bilhões.

O representante do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Pedro Pedrosa, também participou do encontro e foi cobrado fortemente pelos gestores acerca dos constantes cortes de recursos destinados para custeio do setor educacional das cidades.

PREFEITA SÔNIA ATRÁS DE RECURSO PARA CIDADE DE AXIXÁ.

 

Você pode gostar...