PRESA MARANHENSE QUE ABANDONOU A FILHA RECÉM-NASCIDA NA LATA DE LIXO EM BRASÍLIA.

 Bebê recém nascido

Bebê recém nascido.

BRASÍLIA – A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu Josivânia Moreira Coelho, de 23 anos. Ela é maranhense, natural de Cedral (MA) e foi acusada de abandonar um bebê recém-nascido em uma lata de lixo, no Lago Norte, em Brasília (DF). Josivânia estava na capital brasileira há cerca de um ano trabalhando como empregada doméstica e com medo de perder o emprego, escondeu a gravidez dos patrões desde quando soube que estava grávida.

“Ela teve um relacionamento de apenas um dia com uma pessoa, em dezembro do ano passado, e em seguida ficou sabendo da gravidez. Para esconder dos patrões começou a usar roupas largas e não comentou nada com outros empregados da casa”, disse o delegado Ricardo Viana, responsável pelas investigações.

Ainda segundo a polícia, ela teve a criança no banheiro da casa dos patrões, enrolou a criança em roupas que usava e a colocou em uma caixa de papelão e seguiu andando pelas ruas próximas do trabalho, deixando a criança algumas quadras depois em uma lata de lixo.

Após deixar o bebê numa lata de lixo, Josivânia se arrependeu e revelou aos patrões o que havia acontecido. Em seguida ela foi orientada pelo patrão, que é advogado, a se entregar. Josivânia se entregou na delegacia e foi presa em flagrante. Após prestar depoimento, ela seguiu para o hospital onde passa por tratamento pós-parto. A menina, que recebeu o nome de Aurora, nasceu saudável e deverá ser encaminhada para um abrigo.

 

 

FONTE: IDIFUSORA

 

Você pode gostar...