Programa Mais Renda capacitará pessoas em situação de rua

Silvana Ribeiro vivia nas ruas e agora terá oportunidade de ter o próprio negócio.

MARANHÃO = Participantes do projeto “Da rua para uma nova vida”, promovido pela Defensoria Pública do Estado em parceria com diversos órgãos, terão a oportunidade de ter seu próprio negócio por meio do Programa Mais Renda. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) sorteou, nesta terça-feira (24), oito equipamentos do ramo alimentício para as pessoas que saíram das ruas, participaram do projeto e sonham com uma oportunidade profissional. Os ganhadores receberão a capacitação do Mais Renda e todo o material necessário para começar a trabalhar e ter renda própria. 

O secretário da Sedes, Márcio Honaiser, explicou que o Mais Renda vai proporcionar a chance de uma nova vida às pessoas que viviam nas ruas, por meio de um trabalho com acompanhamento técnico especializado. 

“O programa disponibiliza capacitação nos eixos gerencial, humano e técnico, e no final, faz a entrega dos kits de trabalho aos participantes, como carrinhos de cachorro-quente, tapioca, churrasquinho, dentre outros. É uma oportunidade ímpar para que essas pessoas se tornem microempreendedores e tenham uma vida digna, sabendo administrar o próprio negócio”, afirmou o secretário. 

Dentre os sorteados, Silvana Ribeiro disse que estava emocionada por ter sido contemplada com a capacitação do Mais Renda e que aproveitará a oportunidade para mudar de vida. “Deus sabe o que eu passei na rua. Só tenho a agradecer pela chance de ter o meu emprego, meu dinheiro, para que eu finalmente mude a minha situação. Com certeza, esse carrinho vai me fazer muito feliz, é um sonho realizado”, declarou Silvana.

O Mais Renda é um programa idealizado pelo Governo do Estado, coordenado pela Sedes, que gera emprego e renda a trabalhadores informais. O programa foi ampliado com a itinerância dos caminhões que percorrem diversos municípios e recebeu a inclusão de novas modalidades de confeitaria, corte e costura. Já beneficiou quase 2 mil pessoas com as capacitações e entregas de equipamentos nos ramos da beleza e alimentação, além de acompanhamento técnico no período de um ano após a conclusão do curso.

Diogo vivia nas ruas e foi sorteado com um dos equipamentos.

Você pode gostar...