São Luís receberá R$ 57,3 milhões para a Saúde.

HOSPITAL DA CRIANÇA

Do total de investimentos destinados ao Maranhão pelo Ministério da Saúde, R$ 67,7 milhões, 84,6% (R$ 57,3 milhões) serão destinados a saúde pública de São Luís, que enfrenta grave crise [herança do ex-prefeito João Castelo (PSDB)] e precisou da ajuda do Governo do Estado para manter o pleno funcionamento dos Hospitais Municipais Djalma Marques, Clementino Moura – Socorrões I e II, respectivamente, e Hospital da Criança.

Os recursos do Governo Federal serão direcionados, além de São Luís, para os municípios de São José de Ribamar, Alcântara, Raposa, Paço do Lumiar – para habilitar 325 novos leitos – 208 leitos para retaguarda, 60 para longa permanência, 20 de UTI adulto Tipo II, 17 de UTI pediátrico Tipo II, 10 leitos de UTI coronariana e 10 para Acidente Vascular Cerebral (AVC); ampliação e qualificação das Unidades de Pronto Atendimento 24h (UPA) e criação de uma unidade e qualificação de outras quatro, em todo o estado.

Além disso, duas salas de estabilização serão montadas na região metropolitana de São Luís.

O investimento integra a primeira etapa do Plano de Ação da Rede de Atenção às Urgências e Emergências do estado (RUE). A medida tem objetivo de potencializar a organização do setor de urgência para qualificar o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com o recurso, estado e municípios poderão melhorar a manutenção de diversos setores como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e a habilitação e a qualificação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24 horas).

Para São Luís, especificamente, uma grande ajuda a administração do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que recebeu o sistema de saúde arrasado pela administração tucana.

 

Você pode gostar...