SECRETARIA DE SEGURANÇA RELATA QUE O MÊS DE DEZEMBRO FOI O MAIS VIOLENTO EM 2013.

VITIMAS

VÍTIMAS.

Dezembro, como já era esperado, foi o mês mais violento de 2013. Ao todo, 87 pessoas foram vítimas de homicídios considerados dolosos (quando há intenção), na Região Metropolitana de São Luís. No último dia do ano, porém, o número de assassinatos na capital foi considerado modesto pela polícia, com apenas quatro registros na véspera do Ano-Novo.

A primeira vítima de terça-feira (31) foi Paulo Cesar Braga Silva, de 32 anos. Ele foi morto a tiros, no bairro Areinha, por volta das 18h. Quase três horas depois, no bairro João Paulo, também foi morto por disparos de arma de fogo Adriano Costa Nogueira, de 29 anos. O crime ocorre, por volta das 21h, próximo à Avenida São Marçal.
Washington Cirilo dos Santos, de 18 anos, também perdeu a vida, na véspera do Réveillon. Ele foi executado a tiros, por volta das 22h, no bairro Vila Embratel. Estas três ocorrências foram informadas no último relatório do ano, no site da Secretaria de Segurança Pública (SSP), mas o nome de uma vítima de homicídio não constava na relação.
Josivaldo Costa da Silva, de 22 anos, segundo confirmação do Instituto Médico Legal (IML), foi assassinado a tiros, em São Luís. O bairro onde ocorreu o crime não foi informado. Porém, segundo informações não oficiais, a vítima seria oriunda de uma cidade do interior do estado, que resolveu comemorar a passagem a chegada do novo ano na capital.
Estatísticas – Segundo dados da própria SSP, dezembro foi o mês mais violento de 2013, no quesito homicídios dolosos (quando há intenção de matar). Em segundo lugar ficou outubro, com 84 ocorrências dessa natureza, seguido de abril e setembro, respectivamente, com 76 e 75 registros, cada. No total, entretanto, alguns não foram contabilizados.
Ao longo do último mês de 2013, quatro pessoas foram vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte); uma de lesão corporal seguida de morte e duas em confronto com a polícia. Também foram registradas oito mortes, três delas por arma de fogo, que ainda não tiveram circunstâncias definidas; e um adolescente de 13 anos morreu em ato infracional.
Dezembro também superou em 10 o número de homicídios de 2012, quando foram registradas 77 mortes violentas. O mesmo ocorreu com os outros três meses subseqüentes com maior número de assassinatos. Em outubro daquele ano foram 61 homicídios, em abril 49 e em setembro 66 mortes. A Polícia Civil investiga os casos recentes.
FONTE: O ESTADO

Você pode gostar...