TCE REPROVA CONTAS DO EX-PREFEITO DE BURITICUPU.

DEPUTADA FRANCISCA PRIMO E O ESPOSO.

DEPUTADA FRANCISCA PRIMO E O ESPOSO

 

Antonio Marcos de Oliveira, o Primo (PDT), ex-prefeito de Buriticupu e marido da deputada estadual Francisca Primo (PT), teve as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão.

Em Sessão Plenária realizada hoje, dia 3, o TCE desaprovou as contas de 2009 apresentadas por Primo, com débitos de R$ 167.560,00 e multas de R$ 234.518,00.

O marido da deputada, só para relembrar, foi preso um dia antes das eleições de 2012 pela Polícia Federal, por descumprir um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com a Justiça Eleitoral pelo qual os candidatos e correligionários se comprometeram a não realizar carreatas.

O ex-prefeito foi flagrado por agentes federais inflando a população com carros de som e bandeiras. Na época, o objetivo de Primo seria realizar uma carreata em favor do candidato derrotado José Mansueto (PT), da coligação “Para Continuar Avançando Muito Mais”.

Os policiais federais presenciaram a inciativa e abordaram o ex-prefeito, que acabou preso por desobediência à Justiça Eleitoral, resistência à prisão e desacato à autoridade.

Você pode gostar...