TRISTEZA: Morre mais um candidato do concurso da PMMA após TAF.

Marcone Ferreira Cordeiro era cirurgião dentista e tinha 29 anos.

MARANHÃO – Mais uma tristeza no TAF da PMMA, desta vez um jovem dentista que foi a óbito após os exames, o mesmo veio a falecer na madrugada de sábado (3) onde era candidato do concurso da Polícia Militar do Maranhão (PMMA). A vítima, identificada como Marcone Ferreira Cordeiro, de 29 anos, era cirurgião-dentista e concorria a uma das vagas de nível superior. 

As primeiras informações dão conta de que após passar mal em um Teste de Aptidão Física (TAF), de uma das etapas do concurso, a vítima foi levada de ambulância para a UPA do Bacanga. Segundo a família de Marcone Ferreira, o problema teria se agravado, pois a ambulância não teria oxigênio para o socorro.

De acordo com o tio da vítima, identificado como Raimundo José de Sousa Ferreira, Marcone se sentiu mal após completar o teste realizado nessa sexta-feira (2) no campus do Bacanga da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A vítima deu entrada na UPA ainda na tarde de sexta-feira e foi medicado durante todo o dia, mas não resistiu e morreu.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e está sendo velado no bairro Vila Esperança, em São Luís.

Outro caso

Nesta semana, Daniele Nunes Silva, de 24 anos, morreu após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) durante um Teste de Aptidão Física (TAF) realizado em São Luís. Ela também foi aprovada no concurso da Polícia Militar.

Você pode gostar...