VEJA O GOVERNO DO NOVO E A MUDANÇA COM UPA DA ZONA RURAL SENDO MORADIA DE SEM TETO.

PRÉDIO DO MUNICÍPIO SENDO ABRIGO DE SEM TETO

PRÉDIO DO MUNICÍPIO SENDO ABRIGO DE SEM TETO.

SÃO LUÍS- Um grupo de sem-teto ocupa há mais de um mês o prédio onde deveria ser instalada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da zona rural de São Luís. Os novos “moradores” já têm colchões e até TV no local. Construída ainda na gestão João Castelo (PSDB), numa parceria com a Alumar, a unidade de saúde foi abandonada.

Na campanha eleitoral – e mesmo depois de eleito -, o atual prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), garantiu que colocaria a UPA em funcionamento. Um ano e meio depois de haver assumido o cargo, ele não fala mais no assunto.

Curioso é que o grupo político do qual o prefeito faz parte diz, dia sim – no outro também -, que as UPAs são fruto de investimento do Governo Federal; e que as unidades implantadas pelo Estado não são mérito do governo local, mas da presidente Dilma Rousseff (PT). Se é tão fácil implantá-la e os governos locais não precisam arcar com nada, por que a Prefeitura de São Luís não põe a sua UPA para funcionar?

 

 

FONTE: GILBERTO LEDA

Você pode gostar...