VIGILANTE BALEADO NO SOCORRINHO DO SÃO FRANCISCO NÃO RESISTE E MORRE NO SOCORÃO.

ROBERTO CESAR LEANDRO BULHÕES, 26 ANOS.

ROBERTO CESAR LEANDRO BULHÕES, 26 ANOS.

SÃO LUÍS – O vigilante Roberto César Leandro Bulhões, 26 anos, foi atingido por dois tiros quando se encontrava de serviço no Socorrinho do bairro São Francisco. O crime ocorreu na noite desta terça-feira (10). O vigilante foi surpreendido por dois elementos que efetuaram os disparos e, em seguida, fugiram levando um revólver calibre 38, contendo cinco munições intactas.

Ele foi  levado imediatamente para o Socorrão, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos, morrendo ao dar entrada no centro cirúrgico. Roberto César trabalhava na Clasi e residia no bairro João Paulo. Acredita-se que objetivo dos assassinos era tomar a arma do vigilante. Como ele pode ter esboçado algum tipo de reação, terminou sendo alvejado. O crime revoltou moradores da área do Socorrinho do São Francisco que reclamam da ação constante de assaltantes.

 

Você pode gostar...